Trick Your GF - Fuck-punished For Che

Big ass blonde chick bekommt einen Arschfick von Ihrem Freund, Sexy Redhead In chains constraint bondage bands Masturbated, Trick Your GF - Fuck-punished For Che

Craig Cameron & Quentin Gainz Military Porn Video - ActiveDuty

Nonton video bokep indonesian bitch webcam show   6 mp4 gratis. She is one hot momma who loves to take cock between her big fake tits, and then. Insatiable chocolate girl with big boobs has wild sex with a black guy. Babes - taylor vanem kena naine on lihtsalt trahv edasi tema enda. Twink videos taylors schutze und jae landen stehen zwei college- im alter von t. A last act stumble provoked by a tangle of superfluous characters dampens the charm of the film somewhat,and it meanders in parts, but on the whole mermaid is an almost note-perfect film that will leave you with a dreamy smile on your face and a longing for days of lost innocence. I'm not sure why they are called hollowgasts though, considering they are merely disfigured peculiars. Blonde girl fucked and sprayed with cum by a black guy. Getting a xxx gay hand job free gay from my tgirl buddy. Marley and me sex scene and also korean singer sex video. Blonde hooker alexis golden puts her luscious lips on rock solid worm. This perfect teen ass looks inviting in tiny pink shorts as she takes a stroll outside. Gigis - brunette double fuck 3some videos. Free blonde cthis guyerleader is willing to please the teacher  movies. Sexy skirt and blouse babe sarah vandella fucked in all holes from: bravo tube added: 2 years ago 7:52. Real superb wife (danica dillon) in cheating hardcore sex scene clip-13. 

Desi Teen Pokazano Jej Big Ass I Gorcy Ogolone Cipki

Mom and companions daughter first time spoiled kharlie stone gets her way. They can't wait to begin banging her so they help her strip off slowly and this babe accepts. Big tits sabrina dortmund, free big natural tits hd porn b0. Stroke your cock for mistress ashley joi 04:11. Evan stone makes oriental cindy starfall engulf his thick dong non-stop. Uncensored japanese daughter lets her daddy fuck her scene. Most of the men's profiles highlighted attempts at humor, asking straight-out for sex, to. Brunette chica madelyn marie drops superior approximately before her knees approximately gives throat venture approximately gracious guy. Tied tumblr up & big tits snapchat made to take it down her throat dtd. Alison star dan bianca golden meninju pantat tinju di sofa. porncliphub.com/it/p/montana Erotic tube present - ebony tranny waitress blows two guys. 

Cumshot Sister Swallow Threesome Twins Sister

Goed voor sexy underwear online sex kampen groeneveld famile sex verhalen beste erotische massage wekerom. Dark haired shemale anent black stockings gets her weasel words sucked outdoor. Huge boobs cutie schoolgirl rubs 01. It is quite a difficult stretch and you should try to do the best you can even if you cannot do it perfectly. Exotic japanese whore kaho kasumi, minori hatsune in incredible threesomes, handjobs jav movie. Pair drop dead wondrous lesbie bump each other stupid  fuck tubes. Still, he was able to come off the bench and score the biggest run in astros history. Free good quality porn moviesites. Extreme amateur pussy 2 litres bottle and double fist | fisting. Get hold of hikers alexis increased by alyssa essay sexual connection. Watch free bitchy blondie jenna haze cant live without seeing her friend being jizzed after a hot slam. Trends in inflammatory breast carcinoma incidence and survival: the surveillance, epidemiology, and end results program at the national cancer institute. Takers pt 5 - bonding time with asa akira, ana foxxx and kleio valentien. Every single charlotte vale xxx vids linked from our charlotte vale sex tube is hosted outside our network by sites that are not belongs to us. On the prowl with the thomas crown of the new york city streets. 

Exxxtrasmall Winzige Ballerina Fickt Ihren Lehrer!

Two russian nerdy girls show - watch her on bas. Channel gives a blowjob. Soever hawt babe did to make water of sister dee, that babe is very sorry by now. Blonde teacher decides to fuck and suck a student off in the. Boy pissing on floor at school gay damon archer and jimmy roman poolsi. Palatable milf streetwalker squirting on cam. Fuck crazed minx celina cross is wet as the ocean in this steamy scene with lots of pussy fucking. Ebony kinky porn savory kinky ebony tastes a rough cock. Chat sex sites erotische massage oisterwijk warga negerin geil daten online kinnum cambridge woordenboeken online, cubby. Slim asian cutie jayna drops to her knees and gives a sensual blowjob. Jeune amatrice prise par le fion dans ce porno gra. The unit has a built-in rechargeable lithium battery that stays charged up to 10 hours. Bill grabbed her wrists and pulled than away and forced her back to the tile. Amazing brunette sheala brill doing some hot fucking and sucking. Duration: 05:15 views: 42866 added: 77 months ago comments: 0 favored: 16 favorites preview: thumbnails total user videos: 1 total user photos: 0. Rosalina is taller than most characters, rivaling waluigi's height, and bearing a resemblance to princess peach. 


:

Oi sou a Lana, tenho 23 anos, sou dona de um corpo apetitoso moldada com tempos de academia, isso que contarei aconteceu ontem a noite dia 13 de maio

Ontem a noite voltando do trabalho, encontrei com pai do meu namorado, seu Pedro é um senhor daqueles de botar qualquer garoto no chinelo, lindo, forte, se cuida muito, sempre trocamos olhares, mesmo antes de namorar seu filho.

E ontem a noite estava chovendo um pouco não tinha como resistir aos olhares dele, era começo da noite, uma noite fria, eu estava na parada de ônibus e ele parou o carro , entre nos cumprimentamos e seguimos, quando ele começou a passar a mão nas minhas coxas e eu abri um pouco as pernas foi o sinal que ele precisava, começou a passar a mão por cima da minha buceta e eu retribui passando a mão em seu pau por cima da sua calça, então ele disse

-vamos para o motel que já não aguento de tesão em voc&ecir c;

-vamos sim!

 Chagamos no motel e ele preparou um banho na hidromassagem enquanto eu tomava um banho, ele já na hidro viu aquele pau de 20 cm e ele ordenou sente e chupa e peguei aquele pau com tanta vontade e comecei pela cabeça bem devagar, e engolia e chupava loucamente aquele pau e a vontade só aumentava.

Eis que ele me leva pra cama e começa a chupar minha buceta bem devagarzinho, enfiando o dedinho no meu cuzinho e aquilo me deixava doida e pedia mais.

-chupa gostoso meu macho, chupa essa buceta tão gostoso!

Fui ao orgasmo delicioso e não perdeu tempo depois de chupar e me fazer gemer bem muito, ele colocou aquele pau grande e grosso pra dentro da minha bucetinha, e eu gemia como uma fêmea no cio, quanto mais eu gemia mais ele bombava gostoso…

me ponho de 4 empinando meu rabão e ele volta a meter sua rola, batendo suas bolas na minha xana, eu já não aguentando m ais gozei, ele não satisfeito pedi pra ficar por cima. Adoro dominar! 

Eu sentei naquele pau sem pensar duas vezes e começo a subir e descer num ritmo gostoso e bem devagar, minha buceta engolia aquele pau 

-como é bom sentar nesse pau, você gosta num é safado, então deixa minha xana engolir ele

Subia e descia naquele pau e minha xana ficando mais molhadinha comecei a esfregar o cuzinho deixando ele molhadinho e preparado pois queria sua rola nele…adoro dar o cú.

E vi os olhos brilhar do meu safado e me coloquei de quatro e falei 

-come meu cuzinho de quatro

Ele foi pincelando meu cuzinho com mastro, enfiando devagarzinho pra relaxar, eu comecei a bater uma siririca e ele começou a bater pra minha e eu pedia pra ele entrar

–mete bem fundo no meu cuzinho vai seu cachorro..quero dá o cuzinho pra você, mete vai…mete..

E ele já n&ati lde;o aguentava mais, também estava sentindo aquele pau latejando dentro do meu cú, quanto ele goza e eu gozo em seguida, nossa que delicia de transa

Ficamos ali ainda um tempo se recompondo eu com as pernas bambas, dentro do carro antes de sair para irmos embora do motel, eu ainda fiz um boquete bem gostoso e demorado nele, saboreei seu leitinho…

Quando cheguei em casa, moro no mesmo prédio que eles, meu namorado veio e me deu um delicioso beijo na minha boca, mal sabia ele que minutos antes estava tomando leitinho de seu pai

Já estou louca para dar para ele novamente.

*Enviado ao Te Contos por Lana

:

Olá, meu nome é Bruna, sou de Fortaleza, tenho 19 anos e não tenho experiência em escrever contos, espero que gostem, é tudo verdadeiro

Bom, o que aconteceu comigo na semana passada, fui ao Beach park. Meu namorado me levou e depois foi embora porque tinha outros compromissos. Fiquei sozinha lá e para minha surpresa reencontrei um amigo chamado Marcelo que estava junto com um rapaz chamado Leandro.

O tempo foi ficando escuro e cheio de nuvens, e então decidi ir embora. Eles estavam de carro e me ofereceram carona, no caminho desabou a maior chuva e tivemos que parar o carro pois não havia condições de ver e dirigir.

Foi assim que Marcelo que estava ao volante entrou com o veículo em uma garagem de uma casa em constru ção, ficamos ali e eu estava de mini blusa e shortinho bem curtinho, em tom de brincadeira eles me perguntaram se eu estava de biquíni por baixo do shorts e respondi que sim, dai eles disseram que estavam de sunga e gostariam de me ver só de biquíni, falei então que mostraria o biquíni se primeiro eles mostrarem a sunga. 

Para minha surpresa o Leandro que estava passou para o banco de trás comigo baixou o shorts e depois a sunga, ficando seu pau duro todo para fora, o Marcelo que estava no banco da frente baixou o banco e também tirou o shorts e o pau duro pra fora, fiquei até meio assustada, mas era de dar água na boca, tirei meu shorts, a mini blusa e fiquei só de biquíni. 

Beijei o Leandro na boca e depois comecei a chupar o seu pau que era grande, grosso e quente. O Marcelo começou a desamarrar e tirou a parte de baixo do meu biquíni e passou a chupar minh a buceta

Então eu me virei sentei no pau dele e fiquei cavalgando com minha buceta no pau do Marcelo enquanto batia punheta e chupava o pau do Leandro. Depois trocamos de posição e Leandro me comeu de quatro enquanto eu chupava o pau do Marcelo…Gozei nessa hora! 

Depois fiquei punhetando os dois juntos até gozarem na minha barriga, foi demais! 

*Enviado ao Te Contos por Bruna

:

Oi meu nome é Nara tenho 22 anos, na epoca desse conto eu tinha 18 anos namorava um rapaz de 18, do mesmo colégio que eu, porém ele da cidade vizinha, bem próxima a minha cidade, mais ou menos 30min daqui. As vezes ele dormia na minha casa, e as vezes eu passava o final de semana na casa dele. 

Ele tinha uma família um pouco diferente, extremamente liberais, os pais estavam casados, porém cada um vivia a sua vida, a mãe dele tinha namorado e o pai dele também. 

Certa vez, houve uma festa na casa dele, com muita bebida, comida, muita gente bonita e alegre, lembro que eu usava um vestidinho tipo tubinho preto, que realçava as curvas do meu corpo, e como sempre pratiquei esportes, sempre tive um corpo estilo “panicat” , notei que chamei atenção de alguns homens e despertei ciumes em algumas mulheres, e principalmente no meu sogro, um homem de aproximadamente 50 anos, corpo atlético, cabelos grisalhos e um sorriso maravilhoso.

Ao final da festa, meu namorado já estava muito bêbado, foi para o quarto e dormiu feito uma pedra, sua irmã havia ido dormir com o namorado na casa dele, e a sua mãe também fizera o mesmo, ficamos, meu sogro, meu namorado e eu, fui até o quarto, vi meu namorado deitado, mais precisamente jogado na cama, de roupas e sapatos, dormindo de roncar, tirei as minhas sandálias que já incomodavam, e retornei a cozinha para pegar água.

Olhando a piscina e pensando que seria muito bom dar um mergulho antes de dormir, pois estava muito quente, criei coragem, tirei meu vestido, pois pensei que meu sogro estava na mesma situação que meu namorado, haja vista que ele havia bebido muit o também, me atirei na piscina, nua em pelo e nadando e “boiando” pensando que meu namorado e sua bebedeira haviam estragado a minha noite, pois estava com muito tesão, quando ouvi uma voz sussurrando no meu ouvido: 

-não sabia que minha nora era tão linda assim 

Tomei um susto que quase me afoguei, meu sogro então se aproximou de mim, me abraçou e falou baixinho: 

-calma, não vou te machucar

Foi aí q pude sentir sua rola, grande, roçando nas minhas pernas, ele me puxou, e saímos da piscina, ele me levou para o quarto dele, tomamos uma ducha e me deitou na cama dele, e foi beijando meu corpo, meus seios avantajados, durinhos de tesão, e ele mamava com muita vontade, pegou a minha mão e levou até a sua pica,  meu Deus!!, como era grande e grossa, bem maior que do meu namorado, pensei que não iria aguentar aquela vara toda, ele desceu e chupou a minha bucetinha, com estocadas da língua dentro que me fizeram ter orgasmos múltiplos, depois que gozei muito na língua dele, foi a vez dele me dar a pica na boca, nunca tinha estado com outro homem que não fosse meu namorado, mas que cheiro bom tinha aquele pintão, chupei até que senti aquele jato de porra na minha boca, nossa que delicia, engoli tudo e para minha surpresa, meu sogro ainda estava de pau duro e falou:

- vem norinha, não acabou ainda não, tá achando que eu sou o frouxo do seu namorado? quero comer sua buceta, quero comer seu cuzinho, 

se deitou e falou:-vem, cavalga nessa pica

Não pensei duas vezes e fui me encaixando naquela pica gigante, nossa, ardia mas estava bom, ele estava literalmente arregaçando a minha bucetinha, pude ver na hora que entrou tudo, um pouco de sangue escorrendo até as bolas dele, mas quando entrou tudo ele mesmo me segurou as per nas e socava forte, socava, até sentir que as minhas pernas estavam tremulas e que eu iria gozar, e ele falou 

-agora esfrega no seu cacete, esfrega pra gozar

Gozei como uma louca, como nunca havia gozado, e ele falou 

-fica de costas pra mim, senta no meu pau de costas pra mim

Sentei e ele foi fazendo movimentos suaves, quando senti que seu dedo estava no meu cuzinho, que delicia, era como se eu tivesse tendo uma dupla penetração, e ele foi colocando mais dedos, até que ele sentiu que eu já estava a vontade com os dedos dele, tirou sua pica da minha buceta e foi colocando no meu cuzinho ainda virgem, não aguentei e gritei de dor, mas ele não parou, foi socando socando, puxando meus cabelos para trás, e quando tirou e parou na minha frente punhetando e gozou em todo o meu rosto, seios, e cabelo, nos deitamos para repor as energias, e pouco depois fui me lavar, quando retornei, ele me agarrou e me lascou um beijo e falou: 

-você vai ser a minha amante, meu filho se forma em algumas semanas, agora quem vai transar com você depois da sua aula, sou eu!

Foi uma das melhores transas da minha vida,  hoje ele já não é meu sogro mais, e infelizmente não moramos perto mas nunca vou esquecer aquele cacete…

*Enviado ao Te Contos por Nara

:

Ola meu nome é Fabiana tenho 23 anos. O que vou contar agora aconteceu sábado passado dia 14 de maio, ainda estou com tesão, só de lembrar minha bucetinha esta ficando meladinha

Eu faço enfermagem sou loira, 1.64, 53kg, e fazendo esse curso conheci varias pessoas dessa profissão e um dos que conheci era meu professor.

Nas aulas nós trocávamos olhares em sala de aula e nos paquerávamos discretamente para que outros alunos não percebesse, ele nunca foi super bonito, mas por ser professor talvez tenha sido o motivo de ter saído com ele, ele é bem alto tipo uns 1,70 de altura magro tipo 65kg, usava óculos, moreno claro, bem bonitinho, tinha algo que me despertava curiosidade.

Ficamos nesses olhare s por um bom tempo e a atração foi crescendo, quando uma vez ele me deu uma caixa de bombons finos que acabei não comendo porque não gostei, mas isso não importa o que importa é que ele me deu esse presente com a intenção de me levar pra cama e me comer de jeito e foi assim que ele começou a conseguir o que queria.

Sempre promovíamos festas da galera da enfermagem e sábado foi mais uma dessas festas, fomos todos juntos, chegando lá bebemos muito e ficamos de conversa e olhares quentes, na minha cabeça já se passava hoje vou dar pra esse cara e minha buceta já estava louca de vontade que isso acontecesse logo.

E foi assim que tudo começou, uma bela hora percebi que ele foi ao banheiro e fui também, como só tinha um banheiro porque a festa foi em uma casa de uma amiga, nos encontramos quando ele estava saindo do banheiro ele disse 

-voc&eci rc; vai usar o banheiro agora 

eu disse -vou sim porque? 

Ele disse -porque talvez eu pudesse te fazer companhia aí dentro

eu disse -entra aí e podemos conversar melhor.

Já entramos nesse banheiro apagamos a luz e a coisa já esquentou começamos a nos beijar loucamente e eu adorando aquela situação de transar dentro do banheiro com um professor e saber que todo mundo que tava lá fora já tinha sacado o que rolava lá dentro, faz parte do tesão ser exibicionista. 

Fomos nos beijando e a e mão rolando para todo lado logo ele tirou o pau para fora e eu pensei é agora que vou levar um pau na buceta bem gostoso, me abaixei e comecei a mamar aquele pau delicioso, chupava com vontade, sugando a cabeça, lambia de cima a baixo, de baixo a cima, dei uma boa sugada nas bolas dele, voltei a mamar aquele pau, deixando bem babadinho ja aprontando para levar ele na minha buceta, ele já me virou de costas fiquei encostada na pia e ele mandou ver na minha bucetinha com força, foi fazendo bem gostoso, socava, batendo minha bunda no seu corpo, enquanto socava massageava meus seios, eu gemia como uma boa puta, minha buceta ardia maravilhosamente, sendo preenchida pela rola do meu professor, gozei uma vez e quando ele estava quase gozando também , ele tirou o pau de dentro da minha buceta, eu novamente me abaixei, e comecei a mamar sua rola, sentia ela quente, com o sabor da minha buceta, suas veias bem dilatas, parecia ir estourar, pulsando, sabia que estava por vir, ele avisou que gozaria, e eu putinha que sou, continuei, mamando ele, segurando em suas bolas e ponhetando seu pau, e chupando, e veio aqueles jatos de gala na minha boca hummmmmm !!!!!

Saboroso de mais ! Tesão de mais ! 

Depois disso nos limpamos e nos vestimos, ele ainda me deu um delicioso beijo, disse que me comeria mais e melhor depoi s,e imediatamente saímos do banheiro. O que vira nessa semana, tenho aula ainda hoje.

Foi uma deliciosa rapidinha!

*Enviado ao Te Contos por Fabiana

:

Oi me chamo Catarina, tenho 22 anos. Semana passada fiquei muito feliz quando encontrei um velho amigo em uma dessas redes sócias, Nossa! não o via e falava já a quase uns 3 anos. 

Roberto tem 35 anos hoje, é casado, mas éramos muito íntimos, mais que isso, éramos cúmplices, nos entediamos, e alem de sexo virtual, já tínhamos transado de verdade 2 vezes .

Conversamos via internet e parecia que nada avia mudado, sempre fui apaixonada por esse homem, ate que ele me convidou para um cineminha , matar a saudade, combinamos nessa quarta feira dia 19/05 a tarde mesmo, me arrumei com um vestidinho soltinho de verão, uma sandália de salto alto, soltei meus cabelos longos que ele sempre adorou e fui

Qu ando cheguei minhas mãos estavam frias parecia uma adolescente de novo, e ele ali lindo como sempre, adoro um homem mais velho, aquela pele branquinha olhos pretos e penetrantes, cabelos grisalhos, as coxas grossas, alto só que ainda mais forte.

Me abraçou com a mesma intimidade de sempre, quando enfim fomos ver o filme a sala estava meio vazia por ser terça a tarde, ele disse a sua mulher que estaria em uma reunião e não poderia atende-la, sentamos no canto e ficamos conversando

O filme começou quando senti a mão dele acariciando minha coxa, ele se virou, me roubou um beijo de tirar o fôlego, não parava mais, aquela mão grande apertava minha coxa cada vez com mais pegada, e foi subindo, quando senti seus dedos encostarem na minha buceta não aguentei e gemi baixinho, ele começou a beijar meu pescoço e enfiou o dedo na minha buceta, eu me contorcia toda de tesão, ele come çou a alisar meu grelinho e eu já estava escorrendo de prazer, ate que gozei 

Ele riu e disse : -você não mudou nada, continua doidinha, gostosa safada 

Eu ri também e respondi 

-você não viu nada, só melhorei com os anos 

Abri sua calça de vez, e tirei a rola mais grossa e gostosa que já vi na vida, e olha que não vi poucas comecei a punhetar, ele que já estava firme como rocha, que tesão, ate que abaixei e comecei a chupa-lo, coloquei a rola toda na boca, ele delirava, chupei suas bolas, sugava a cabeça, engolia seu pau e subia deslizando meus lábios por ele até voltar a chupar forte a cabeça daquela maravilhosa rola, chupava molhando ainda mais, sentindo ele pulsando, dava beijinhos na pontinha da cabeça

Ate que ele me pego pelo cabelo e enfiou de volta de minha boca, eu sugava com força e rapidez ate qu e ele gozou dentro da minha boca, engoli tudo, lambi seu pau, saboreei aquela gozada gostosa, quentinha e sentei relaxada e feliz como uma boa putinha que acabou de fazer um delicioso boquete em um cara casado no cinema.

Ele me abraçou e ficamos ali como dois adolescentes de novo ate o fim do filme, no final nos despedimos no estacionamento, marcando de nos vermos novamente para trepar no motel por esses dias.

*Enviado ao Te Contos por Catarina

:

Meu nome é Luciana, tenho 17 anos, cabelos lisos, bumbum médio, seios médio, perna definida, barriga definida. Costumo chamar a atenção de homens na rua. Tenho uma carinha de 16 anos, linda, e bem safadinha.

Tenho um namorado de 19 anos, o Cadu, lindo e gostoso. Ontem, domingo dia 15 de maio, ele veio almoçar aqui em casa, eu estava sozinha em casa, e ate então nós nunca tínhamos feito nada, pois estamos no começo do namoro. 

Almoçamos e fomos ver tv na sala, sentamos no sofá e, como de costume, ele começou a fazer brincadeiras comigo pra me deixar com ciumes, então fui tentar pegar o celular da mão dele e, “sem querer”, acabei colocando a mão em cima do seu p au, por cima da calça, ele me olhou com aquela cara de safado, e eu já comecei a ficar excitada, tirei a mão e chamei ele pra irmos pro quarto, com toda aquela inocência. 

Chegamos no quarto deitamos na cama, um ao lado do outro, propositalmente virei de costas pra ele, com a intenção de nós ficarmos de conchinha, ele entendeu o recado e logo encaixou atras de mim, colocou a mão na minha buceta por cima do meu short, e começou a morder minha orelha e puxar meu cabelo. Ah, isso me deixou louca, começamos a nos esfregar, estávamos loucos de tesão. 

Então ele levantou e ficou em pé de frente pra mim, com o pau na frente do meu rosto, eu não perdi tempo, fui logo tirando aquele pau grande e gostoso de dentro da bermuda dele e cai de boca, eu chupava como se o mundo ia acabar. sugava a cabeça, sentia batendo no céu da minha boca, na minha bucheca por d entro, indo ate la no fundo da minha boca, chupei com muita vontade. Então o safado olhou pra mim e disse: 

-quer que eu te coma gostoso quer safada? 

Logo eu disse que sim, morrendo de vontade de ser devorada por aquele pau gostoso, ele me colocou de quatro em cima da cama, abaixou meu short, começou a acariciar minha bunda e minha buceta, me chamou de cachorra, piranha, isso me deixou louquinha de tesão. E ele colocou, foi com tudo dentro da minha bucetinha que já estava toooda molhadinha. E eu gemia:

- aaahhh gostoso, mete, mete gostoso na minha buceta vai delicia, ahhhhh

- aaaaaah sua gostosa, que buceta deliciosa, ahhh minha piranha, ahhhhhhh

E ele botava o pau com toda pressão dentro de mim, eu sentia ele entrando e saindo, como meu namoradinho mete gostoso. Ele metia e com uma mao acariciava minha buceta, que sensação maravilhosa!!  ele estocava com vontade, ouvia nossos gemidos com o som das batidas do corpo dele na minha bunda, seu indo entrando e saindo, nunca tinha metido tão gostoso.

Minha buceta pulsava, meu tesão tava nas alturas, meu namorado metendo muito na minha buceta. ele então tirou seu pau da minha buceta, deitou na cama e pediu para que eu sentasse no pau dele, sentei sentindo sendo penetrada por aquela tora dura, uma delicia, então comecei a subir e descer, rebolar, galopei muito senti o pau bem la no fundo da minha buceta, quando senti ele gozando dentro da minha buceta senti um tesão imenso e gozei em seu pau

Então gozamos juntinhos, depois ficamos parado um tempo para respirarmos, com o pau ainda dentro da minha bucetinha lisinha, sai de cima de seu pau, estava bem melado, meio mole, eu deitei entrei sua perna, comecei a beijar seu pau, e fui chupando ele, a mistura de sabor do seu gozo com o melzinho da minha buceta era divino, chupei muito, mamei deliciosamente, fiz aquela rola gostosa, fic ar dura novamente, chupei o restante da tarde toda, conversando enquanto eu o chupava e levava gozada na cara. 

*Enviado ao Te Contos por Luciana

:

Oi sou a Jaqueline, tenho 21 anos, sou morena clara e bem gostosinha, leio o te contos a um tempinho então resolvi contar uma loucura minha do ano passado.

Aconteceu no inicio das minhas férias, eu adoro cidades pequenas e movimentadas para passar alguns dias e descansar um pouco, e dessa vez eu e meus amigos escolhemos caldas novas em Goiás, um lugar quente, com gente bonita e principalmente um lugar onde eu posso colocar um biquíni fio dental bem enfiadinho e me exibir para os homens casados, solteiros e ate mesmo mulheres.

Nos  resolvemos ficar em um hotel que da acesso a alguns clubes, eu adoro pegar uma marquinha de biquíni,  uma pena não poder fazer top-les porque fiquei com muita vontade. Coloquei meu biquíni branquinho, meus óculo s de sol e sai andando para conhecer o clube, muito homem casado olhando minha bunda que ainda estava branquinha, com aquele fio dental lá dentro, as bordinhas do meu cuzinho estavam vermelhinhas porque havia dado para um cara com um pau bem grosso dias atrás e ele me deixou muito arrombadinha, quando eu me abaixei para deitar na cadeira de sol eu imaginei o que as pessoas estariam pensando ao meu respeito, “essa vagabunda da o cuzinho, por isso esta com as bordinhas bem fodidas”, e eu não tinha vergonha de esconder isso, pra refrescar meu rabo só uma linguada começando da buceta ate meu cuzinho arrombadinho.

Ao entrar na piscina tinha alguns homens entre 19 e 40 anos aparentemente, piscina cheia e para adultos porque era  bem funda, tinha um rapaz que não saia de perto de mim, ele estava com óculos de mergulho, aparentava ter uns 23 anos e estava mergulhando de um lado para o outro, quando se aproximava de mim demorava um pouco mais para subir  e pegar ar, logo percebi que ele estava me observando, então eu  que sou bem safada mesmo e assumo , resolvi provocar um pouco, toda vez que ele se aproximava, eu puxava a calcinha de ladinho deixando minha bucetinha a mostra, ou enfiava a calcinha dentro da bucetinha deixando ela engolir todinha, quando ele  se aproximou não parava de olhar e ficava mais tempo no fundo só observando eu brincar com minha calcinha e deixar minha bucetinha a mostra

Então comecei a brincar bem gostoso com minha bucetinha, passando o dedinho mesmo, isso me deixa com bastante tesão, umas das coisas que me dão bastante prazer e gozar na linguinha daqueles homens que são devoradores de buceta, que amam chupar e mamar um grelinho rosadinho, quando ele voltou a se aproximar, não aguentei de tesão chamei ele com o dedinho em baixo da água pra ele vim chupar ela bem gostoso, ele se a proximou abri bem as pernas e pressionei a cabeça dele na minha xota pra aquele filho da puta sentir minha buceta bem gostosa na linguinha dele,  hummmmm senti aquele macho gostoso desesperado chupando minha buceta escorregando a língua bem nervoso, rápido, passando os lábios beijando, e ate tentando dedar meu cuzinho, ele estava com falta de ar porem com muito tesão

O filho da puta aguentava o máximo que podia pra acariciar minha xota com a língua e os lábios dele, tinha momentos que eu ate ficava de costas pra ele vir passando a língua no meu cuzinho e na minha buceta, na penúltima vez que ele veio ele quis enfiar o dedo no meu cuzinho e brincar nossa sentir aquela dor do dedo dele entrando no cuzinho arrombadinho da foda anterior, mas foi essa dor gostosa que me fez gozar bem gostoso, nessa brincadeirinha gostosa eu consegui gozar bem gostosinho 

Antes de sair da piscina esperei o cara se ap roximar de mim pela ultima vez e toquei no pau dele  estava latejando de tesão , era grosso e estava com a cabecinha saindo pela cueca, quando eu passei o dedinho por cima senti aquela babinha, então eu sussurrei no ouvido dele 

-um que delicia gatinho esta  com a rola toda babadinha, gostoso, pena que já gozei, então só observa eu saindo da piscina  meu capozinho inchadinho  e meu cuzinho piscando querendo pica.

Foi o que eu fiz sai da piscina piscando o cuzinho  e ajustando minha calcinha na minha bucetinha, e ele olhava pra mim como se eu fosse uma das coisas mais gostosas do mundo , louco pra me fuder, as vezes eu prefiro fazer isso, provocar  ao invés de fazer sexo, sabe porque ? 

Porque eu sei que esse cara ainda vai bater muita punheta pensando em mim, eu vou ser sempre aquela puta gostosa do clube que ele quis comer, e com certeza vai lembrar de mim em toda piscina que entrar, a piranha de caldas novas da bucetinha rosada e cuzinho arrombadinho. 

Beijos Te Contos !

*Enviado ao Te Contos por Jaqueline

:

Hoje tenho 23 anos, meu nome é Ariele, o que vou relatar agora ocorreu a alguns anos atrás quando fui morar em outra cidade para poder estudar. Na época  eu tinha 21 anos, dividia o ap com uma amiga, que também tinha a mesma idade que eu, nos consideramos primas, pois fomos criadas e crescemos juntas. 

Ela na época era solteira e eu também, o que nos dava a possibilidade de sair e conhecer novas pessoas, e foi o que aconteceu, em um dia que fomos numa balada eu conheci uma rapaz chamado Daniel, ficamos e logo começamos a namorar.  Ele na casa dos pais, assim que começamos a namorar, ele me apresentou aos pais dele, que por sinal, gostaram muito de mim, a partir daí, vivia mais na casa dele do que na minha.

Com o ano n ovo se aproximando combinamos com alguns amigos de passar a virada em uma prainha que tem perto dessa cidade, e assim aconteceu. Na véspera do ano novo com tudo já arrumado, com a turma já toda reunida, partimos para essa prainha. Chegamos lá já era umas 21:00, fomos arrumar churrasqueira, colocamos carne para assar, começamos a beber e a curtir a chegada de um novo ano, mas de repente, caiu uma chuva torrencial, onde cada um procurou um lugar para se esconder, eu e meu namorado fomos nos esconder dentro de um dos carros que tinham ido conosco, estando lá sozinho sem nada para fazer, esperando a chuva passar para podermos sair do carro, sendo assim começamos a nos beijar e as mãos foram ganhando movimentos, começamos a nos acariciar e é claro a chuva criou um clima todo propício para uns esquentas, 

Eu coloquei a mão no pau dele, alisando por cima do short e ele me beijava cada vez ma is forte, com os hormônios alterados o pau dele já mostrava sinal de estar pronto para consumar o ato, ele veio me alisando, querendo tirar minha roupa e beijando meu pescoço, mas quando ia rolar mesmo, ouvimos nossos amigos, resolvemos parar por ali mesmo, porque afinal sexo se faz todo dia, agora, ano novo é uma vez só por ano.

Eu continuei bebendo com a Lia e o meu namorado curtindo com os amigos dele, e fui bebendo, bebendo e bebendo e quando Lia e Eu fomos perceber todos já tinham dormindo estava só eu e ela acordadas dançando axé as 5:00 hrs da manhã, já estávamos cansada deitamos em uma toalha de banho no chão mesmo dormimos.

Quando acordamos o pessoal já tinha tudo descido para a prainha, ai tomamos banhos e descemos também para dar uma nadada para ver se passava um pouco da ressaca, chegando lá meu namorado estava dentro da água, entrei e fui nadar com ele, nessas prainhas costumam ter uma corda na água, dizendo até onde é seguro ir, ele estava nessa corda, fui até lá e dei uma beijo de bom dia, ele logo me perguntou se eu não ia continuar o que tinha começado na noite anterior, eu disse que podíamos continuar sim, peguei no pau dele e logo ele ficou duro, ele já veio colocando o dedo na minha bucetinha e fazendo que eu ficasse molhadinha literalmente, ele abaixou a sunga e arrastou meu biquíni de lado e colocou o pau na minha bucetinha, como estávamos dentro da água e bem distante da prainha, dava para ficar bem a vontade, 

Ele ficou metendo um tempo, sempre na mesma posição, pois, onde estávamos, não dava muito para trocar, meteu uns 10 minutos, trocando entre força e lentidão, me chamava de putinha e isso me deixava louca de tesão, apertava meus seios, me chamava de vadia gostosa, de u umas bombadas forte e gozou uma delicia trepar assim dentro d’agua, minha bucetinha estava piscando gozadinha, uma delicia !

Terminamos, nos beijamos mais um tempinho e depois saímos da água, logo viemos embora pois no outro dia alguns trabalhavam.

Foi uma entrada de ano com sexo para continuar o resto do ano metendo, e sempre funciona

*Enviado ao Te Contos por Ariele

NRI Women Nipple Slip While Get Massage By Old Man On Beach

:

Meu nome é Daniele, sou de Goianésia - Goias,  tenho 20 anos, sou morena, cabelos curtos, baixinha 1,65 , seios pequenos mas bunda grande, eu nunca me achei , mas por onde andei sempre fui muito elogiada e melhor, desejada.

Ser desejada sempre me despertou tesão mas desta vez paguei um preço caro pela minha vaidade eu tenho uma prima chamada Melissa, ela tem a mesma idade que eu mas já esta casada, não é tão vaidosa quanto antes
melissa tem um marido que ao meu ver não é tão bonito, bom voltando a historia 

Mês passado ( abril ) eu estava em casa quando minha prima me liga dizendo que ia ter uma mega balada na cidade dela e que já estava reunindo nossa turma de amigos para ir eu c omo sempre deixei confirmadissima minha presença. 

Depois do trabalho peguei minhas coisas e fui pra casa de Melissa pra me arrumar la cheguei tarde, só deu tempo de cumprimentar todos me arrumar e irmos para o baile nesse dia era open bar, então já imagina né chapamos muito, todos fomos embora tortos, chegando na casa dela foi todo mundo dormir eu no sofá, meu amigo no colchão no chão e minha prima e o marido dela no quarto, eu apaguei geral  acordei no outro dia sem calcinha com ela embaixo de uma almofada ! E com um tesão imenso!

Nosso amigo já tinha vomitado em tudo e ido embora e minha prima teve que ir trabalhar, acordei quando ela chegou no almoço, mas nem falei nada da calcinha pra não causar ma impressão.

O marido dela foi levar ela de volta ao serviço e eu com um tesão incontrolável me domando. Resolvi tramar algo pra quando ele voltasse quando escutei o barulho da moto voltei a deitar no sofá de bruços como se abraçasse o  edredom embaixo de mim, levantei um pouco a camisola e deixei mostrar um pouco da calcinha de renda cor da pele (odeio essa cor ,mas na balada estava com shorts branco de tecido, outra cor ficaria evidente) e da poupa da bunda, joguei os cabelos no rosto pra poder olhar melhor a reação dele
quando ele abriu a porta meu coração acelerou muito, ele foi pra sala e me viu, ficou doido, passava a mão na cabeça como se não soubesse o que fazer…

De repente ele começa a alisar o cacete dele e eu só olhando. Ele toma coragem e senta no braço do sofá e começa a me alisar bem de levinho, ele ja estava ficando descontrolado. Chamou meu nome duas vezes, fingi que estava num sono profundo, ai sim ele tomou coragem, abaixou a bermuda e a cueca junto e c omeçou a se punhetar ali mesmo, de principio me assustei ,mas quando olhei aquele pau gostoso, nossa! Me admirei não medi mas devia ter uns 20 centímetros ,com uma cabeçona .

Ele começou a me apertar a coxa e a bunda com força, acho que não tava mais ligando se eu fosse acordar, ele resolveu ir mais fundo e tirou minha calcinha e já enfiou a cara na minha chana. Eu ainda estava de bruços e ele tinha uma ampla visão da minha bunda, do meu cuzinho, e da minha buceta.

Caiu de língua, e que língua, nossa! Comecei a gemer e ele parecia dançar com a língua intercalando cu e buceta de repente ele me vira com força e diz :

-Ainda bem que você acordou, senão ia perder o melhor da festa!

Não me fiz de rogada, me levantei sentei ele no sofá e tirei minha camisola
ajoelhei e comecei a mamar gostoso naquele pau ! Estava alucinada, chupava e le como se fosse a ultima coisa que faria na face da terra ! Não me aguentando mais pulei em cima daquela jeba e desci com gosto! Nossa! tremi de tesão!

Ele segurou minha cintura e começou a coordenar os movimentos, que delicia ,senti cada centímetro me invadindo, deslisava facial, minha buceta tava muito babada .

Gozei varias vezes naquela posição.

Ai ele parou e me pediu pra ficar de quatro no sofá,e eu logico que atendi seu pedido fiquei na posição que ele mandou, ele me segurou pela cintura e foi enfiando em mim ! Começou a bombar forte, sentia o pau dele batendo no fundo da buceta

Do nada ele começa a passar o dedo no meu cuzinho (que não era mais virgem, mas porem apertado) olhando fixamente pro meu botãozinho. Ele até pediu pra mim deixar ele comer mas não quis Só de raiva ele começou a bombar mais forte! disse p ra mim:

-A é sua puta! então vai se fuder!

Me agarrou os ombros e mandou ver! bombou, bombou, já tava doendo, comecei a falar pra ele parar, mas nem me ouviu! Esporrou muito dentro de mim!

Tirou o pênis todo melado de dentro da buceta, que estava toda dolorida e fodida, cai no sofá exausta e ele do lado e disse pra mim

-na próxima vou comer seu cu, Agora chupa aqui meu pau deixa ele limpinho sua puta gostosa.

Me virei e cai de boca no seu pau melado, com cheiro de porra misturado a minha buceta, chupei muito, me deu água na boca, aquela rola quente, ficando dura dentro da minha boca, meus lábios sentindo aquelas veias dilatando, o safado nem me avisou que iria gozar, só sentir aquele jato forte enchendo minha boca, Delicia !!!!

Então marcamos pra eu dar meu cuzinho pra ele na outra semana, pois naquele dia não daria tempo pois minha prima chegaria mais tarde e ele concordou.

Passe uma semana nervosa e apreenssiva, não sabia como tudo aquilo estava acontecendo e que as coisas tinham saído do controle!!!!

Chegou a data temida fui pra casa da minha prima, ela não estava mas eu a avisei que iria ficar la porque teria que fazer algumas coisas no centro no dia seguinte pela manha, ela como sempre concordou ela disse que não iria estar porque teve um imprevisto e teria que dormir na casa da mãe dela mas como eu já era de casa, disse pra eu me virar e qualquer duvida perguntar para o marido dela .

Quando ele chegou do trabalho deu um sorriso malicioso, não se fez de rogado me puxou pelo braço foi me levando pro banheiro, mandou eu tirar minha roupa e ele a essa hora já estava sem, me agarrou bem co lado ao seu corpo e tomamos banho juntos, até ai ele foi carinhoso, mas sempre com o total domínio da situação, e eu já estava entregue a ele (mesmo não sendo bonito tinha pegada), chupei ele no banho, me afogava com a água que escorria e ele não me deixava tirar seu pau da boca, já que estava segurando meus cabelos tinha o controle dos movimentos 

Fodeu minha boca por uns vinte minutos ,saímos do banho achei que íamos transar na sala, mas me levou para o quarto, me jogou em cima da cama dele e de minha prima, nossa que loucura ! trepar com o marido da minha prima, na casa dela, na cama dela 

.A essas horas me sentia a pior das putas, de repente ele me fala pra deitar
passou um gel lubrificante no meu cu, passou pouco, nem melecou direito, deitou atras de mim, se encaixou na porta do meu cuzinho, foi tudo muito,  rapido! achei que ele iria me chupar , que iria lacear meu cuzinho antes mas não. Ele percebendo minha cara disse:

-Puta tem que sentir é dor!

E foi metendo o pau no meu cu. Nossa !acho que não precisava ser tanta dor assim! Foi entrando aos poucos, mas fez estragos por onde passou. Quando entrou tudo ele nem quis saber do meu cu acostumar, foi mandando ver! doía demais e eu chorava, ele bombava no meu cu com força, ele começou a segurar meu pescoço, conforme metia no meu cu apertava minha garganta, não com tanta força, mas pra eu saber que quem mandava era ele, depois de um tempo metendo no meu cu e apertando minha garganta o tesão começou a tomar o lugar da dor, comecei a dedar a buceta enquanto tava sendo fodida no cu de ladinho, gozei gostoso

Comecei a rebolar com o pau dentro do cu, ele pediu pra trocar de posição
queria que eu ficasse deitada na quina da cama com as pernas abertas e encolhidas tipo frango assado, só que mais arreganhada, fiz isso então, ele meteu a jeba no meu cu naquela posição, me excitava demais pois olhava as expressões em seu rosto e ele vidrado no movimento de entra e sai do meu cu, segurava minhas pernas e metia fundo no meu cu, que a essas horas ardia naquela posição, ele estava privilegiado, pois via o pau dele entrar e sair do meu cu, via minha buceta toda babada de tanto eu gozar, via meus pequeninos seios e meu rosto,com minhas expressões hora de dor hora de prazer …

Eu não tava mais aguentando, já ia gozar de novo, quando ele aumenta as estocadas disse a ele que ia gozar de novo, ele meteu com força e ainda enfiou dois dedos na minha buceta.

Fui ao céu e voltei!! 

Ele tirou seu pau do meu cu e e gozou na minha barriga, seios e buceta
tomei um banho de porra, ele deitou do meu lado, ficamos namorando, nos beijando, como amantes, naquela noite ainda trepamos mais. foi uma delicia!

Pela manha me despedi e disse que isso não poderia acontecer de novo ele concordou, então fui embora, toda ardida e satisfeita

*Enviado ao Te Contos por Daniele

:

Oi a todos do Te Contos, virou meu tumblr preferido, leio todo dia. meu nome é Emanuela, tenho 17 anos (quase 18). Todo ano vou para a casa de praia do meu pai que fica localizada em Florianópolis SC. 

Eu nunca dispenso uma praia, assim posso ficar exibindo meu corpo para os machos que passam babando e falando coisas que me deixam lisonjeada.

Meu pai me disse que iriamos ter um jantar de negócios e que adoraria que eu estivesse presente, na hora não achei uma boa ideia, mas faço de tudo para agradar meu pai. Comprei um vestidinho preto que fica coladinho em meu corpo, e fui para o tal jantar.

Chegamos lá os sócios de meu pai já estavam nos esperando, e um me chamou a atenção, Felipe, deve ter mais de 35 anos, ele & eacute; moreno, olhos verdes, e ele não tirava os olhos de mim, eu nem me importava em saber qual era o assunto que estavam falando, sempre quando eu tinha uma chance eu ficava provocando, dando sorrisos e mordendo os lábios, e ele ficava paralisado me observando.

Já estávamos no fim do jantar, na hora de sair, fui dar tchau para ele e dei um beijo no pescoço dele e ele me apertou forte, me deixando molhadinha. Fui para casa e fiquei na banheira um bom tempo, me tocando coloquei meu dedinho dentro da minha bucetinha, pensando naquele moreno me fodendo, vesti minha camisola de ‘oncinha’ e fui dormir.

No dia seguinte acordei já era hora do almoço, fui me vestir e desci para almoçar, meu pai comentou que Felipe iria ficar o final de semana conosco, pois ele conhecia uma praia deserta e meu pai queria muito visitar, dei um pequeno sorriso, e pensei que seria um final de semana muito agitado para mim e para Fel ipe.

Vesti meu biquíni e fui para a praia, com os cabelos loiros e soltos, fui me bronzear, fiquei deitada com o bumbum para cima, e adorava cada homem que passava e ficava me olhando, me desejando, eu simplesmente ADORO isso.

Voltei para casa Felipe estava conversando com o meu pai e colocando as malas no carro, quando ele me viu ficou me admirando, dei um beijo no rosto dele, e entramos no carro. Chegamos na praia e meu pai foi montar as barracas, porque lá, não tinha nenhum hotel para ficarmos.

Anoiteceu e meu pai foi deitar, e disse que era para eu e Felipe irmos caminhar um pouco, pois estava muito cedo para dormir, Felipe segurou minha mão e disse: 

-Vamos Manu, tenho um lugar que quero que você conheça.

Chegamos a uma duna e nos sentamos eu disse: 

-Moreno, assim você vai acabar me conquistando… rsrsrsrs

Ele colocou a mão em volta do meu corpo e nos beijamos, no ssa que beijo gostoso, aquele que nos faz perder o folego, ele foi desamarrando a parte de cima de meu biquíni, e foi beijando meu pescoço ate chegar aos meus peitos, eu toda molhadinha adorando oque ele estava fazendo, abri as pernas e ele colocou a mão em minha xaninha que estava toda encharcada, e ele gemia e respirava forte enquanto ele mexia em meu grelinho, o deitei e abocanhei o pau dele que por sinal era muito grande, e fez-me ficar com a boca totalmente aberta, eu chupei ele todinho o fazendo gemer de tesão e me falando: 

-sua ninfeta putinha, safada engole o meu pau vai sua cachorra. 

E eu chupava cada vez mais rápido, ate que ele falou que não queria gozar ainda. Fiquei de quatro praticamente implorando para ele meter em minha bucetinha, eu ja não era mais virgem, estava bem louca para foder, ele foi colocando bem devagar e falando: 

-Esta toda molhadinha. Nossa que delicia!.

Ele metendo cada vez mais forte. E eu fui gemendo dizendo: 

-Me fode vai, mete nessa bucetinha gostosa, me faz gozar… hummm… aiii moreno

E ele pediu que quando eu gozasse falasse para ele porque ele queria lamber todo o meu melzinho, quando eu estava prestes a gozar falei para ele, e ele veio com aquela boca gostosa sugando todo meu melzinho de ninfeta, movimentava a língua em círculos, colocou o dedo dentro de mim e me mandou provar o meu melzinho, chupei o dedo dele com um gosto totalmente delirante.

Sentei no colo dele de costas e pedi para ele meter em meu rabinho, ele não pensou duas vezes e enfiou aquele pau dentro do meu cuzinho me fazendo gemer de prazer e de dor ao mesmo tempo. Ele gozou dentro do meu cuzinho o enchendo de porra e falando : 

-aiii que deliciaa sua novinha gostosa !! ahh que rabinho apertado.

E ali estava eu no cio, dando para um sócio de meu pai na beira da praia, já estava mui to tarde e voltamos para as barracas, meu pai estava dormindo e eu estava exausta, toda dolorida rsrsrsrs. 

Fui deitar na minha barraca e ele foi para a dele, pois meu pai me mataria se soubesse que o sócio dele me fez de vadia a noite toda.

Quando acordei meu pai já tinha conhecido a praia, e perguntou para mim onde eu tinha ido com o Felipe ontem à noite, eu sorri e disse que fomos para umas dunas e que ele tinha sido muito cavalheiro comigo. 

Voltamos para a capital e fomos almoçar, depois do almoço peguei um sorvete e fazia questão de chupar olhando para Felipe que ficava olhando cheio de desejo. Passamos skype e números de celular e nos despedimos com um beijo ardente escondido de meu pai.

Falamos sempre e já estamos marcando de nos encontrar  no próximo feriado

*Enviado ao Te Contos por Emanuela

:

Oi sou Marcos tenho 37 anos, sou alto, 1,82, moreno, corpo atlético, casado. Quinta-feira passada precisei visitar um cliente, amigo meu, para renovarmos nossa parceria. Confesso que não gosto muito de reuniões, mas são necessárias.

Marcamos por volta das 17h e fui só, ele me esperaria e comentou que seria tudo muito breve justamente por se tratar de uma renovação. Ao chegar em sua empresa fui recepcionado por uma balconista nova, que substituiu a senhora que já trabalhava há anos naquele lugar. 

Seu nome era Adna, uma garota novinha uns 21 anos, parecia ter nascido para recepcionar pessoas, não só pela beleza, mas, principalmente, por sua simpatia. Adna tinha também um olhar muito forte e per cebi isso ao entrar na empresa. Ela me olhou dos pés a cabeça, mas fixou por segundos seu olhar para minha cintura. Como ela estava atrás de um balcão, me atentei não só para seu rosto, mas para seu generoso decote, seios gostosos e perfeitos, médios, novos e em perfeitas condições. Convidativos, excitantes. Iniciamos nossa conversa sob efeitos das trocas de admirações iniciais. 

Enquanto aguardava meu horário Adna ajeitava seus seios fazendo questão que olhasse cada vez mais para aquelas delícias. Com o tempo a conversa foi ganhando sorrisos de ambos os lados e em curtíssimos segundos o tom de malícia também chegou. 

No ápice do papo fui chamado para o que vim. Enquanto meu cliente falava eu tentava disfarçar meu pau duro que só pensava no decote daquela encantadora e safada moça. Eu sabia o que ela queria, ela perceb eu o que eu queria. A reunião parecia não ter fim e minha ansiedade só aumentava, quando, para minha sorte, meu amigo me solicitou que o aguardasse na recepção enquanto finalizava alguns e-mails. Ele não gostava de fechar a empresa sozinho por medo de assalto. Confesso que foi um presente. 

Ao sair da sala, minha rola já me entregou, mas o olhar dela também à revelou muito interessada. Expliquei que teria de esperar pelo chefe e ela abriu seu sorriso com toda a safadeza possível. Também pediu que me ajudasse a fechar uma das gavetas do balcão que havia emperrado. Aproximei-me e pude sentir seu cheiro. Ela, intencionalmente, encostou em meu caralho, provavelmente para conferir se estava realmente duro. O olhar automaticamente identificou o que eu desejava naquele momento. 

Ela imediatamente por fora, alisando-o e apertando-o fazendo com que ficasse como uma pedra de tão duro . Por minha vez, apertava seus maravilhosos seios. Duros, gostosos, perfeitos. Em questão de segundos não resistis e baixei o zíper. Ela praticamente sacou meu cacete pra fora com a língua. Era evidente que tinha experiência, de uma só vez tentou coloca-lo totalmente na boca.

Estava afoita, queria muito aquilo, deu algumas chupadas com bastante força e começou a lambê-lo por inteiro. Passeava com sua língua lambuzando-o todo, e logo começou a chupar minhas bolas enquanto punhetava meu pau com talento único, logo se ergueu um pouco mais e o colocou entre seus seios, uma espanhola de deixar qualquer macho maluco, travou a cabeça do meu mastro em sua boca a empurrava meu pau entre seus seios.

Aquilo foi enlouquecedor, me fez esquecer totalmente onde estava, sua boca babava muito em meu cacete e eu pirava ao observar aqueles seios com biquinhos claros, loucos para serem chupados, ela parou de chupar em me fez entender apenas com os lábios que queria que eu gozasse como nunca antes.

Fui obrigado a atender seu pedido, pois a boca dela era deliciosa e me provocou demais, em silêncio, ela podia perceber que a hora estava chegando e colocou meu pau em sua garganta, com a boca escancarada.

Gozei, gozei muito, direto na garganta dela. 

Ela delirou, seus olhos chegavam a assustar de tanto que saíam do normal, só consegui tirar meu pau ainda inchado da boca dela e sua boca toda babada, sem uma gota de minha porra. 

Ela elegantemente pegou um lenço e se aprontou como se nada tivesse acontecido e prometeu: 

-me liga que tem muito mais!

Já estamos conversando, espero sair logo com aquela gata

*Enviado ao Te Contos por Marcos

:

Ola a todos do Te Conto! Me chamo Paula, tenho 32 anos, sou casada e tenho 2 filhos, mantenho meu corpo bem cuidado com muita academia. o que vou contar a vocês, aconteceu no mês passado.

Eu conheci Rafael num chat de relacionamento na internet no inicio dese ano, ficamos por uns 4 meses conversando pelo skype e whatsapp e nos conhecendo melhor, ele era casado, advogado, tem 42 anos

Depois que já tínhamos nos conhecido melhor resolvemos partir para o real, marcamos de nos encontrar num shopping aqui da grande São Paulo, meu marido me levou até o shopping e foi ao trabalho, falei que iria ficar fazendo comprar, passeando pelo shopping, talvez ver um filme, mas iria mesmo me encontrar com o Rafael 

Eu cheguei e já avistei ele no lugar marcado cumprimentei, de longe e ficamos esperando um pouco, um tempinho depois ele me falou pra irmos para o carro dele, chegando no carro dele ele ligou o ar condicionado, o som e começamos a conversar a troar uns beijos, ele me perguntou se poderíamos ir ao motel eu disse que sim, ele então perguntou se eu não topava realizar uma fantasia dele, perguntei qual era e ele disse que era de transar dentro do carro, eu achei bem normal, mas nunca tinha feito isso e pensei que poderia ser excitante fazer isso e falei que topava, como era noite e seu carro era totalmente insulfilmado não tinha perigo de ninguém ver, então fomos para uma rua perto do shopping. 

Então ele jogou os bancos pra frente e fomos para o banco de trás, ele então começou a me beijar e foi descendo pelo meu pescoço e foi abrindo minha blusinha, então tirou meu sutie e começou a chupar meus seios, enquanto me ch upava ia tirando minha saia e minha calcinha, em pouco tempo eu estava totalmente nua, Rafael então foi descendo sua língua pelo meu corpo todo até chegar em minha buceta atolando sua língua nela, me fazendo tremer de tesão. 

Rafael chupava muito bem passando a língua pelo clitóris e enfiando ela toda na minha buceta,em poucos minutos cabei gozando gostoso na boca de Rafael. 

Então ele tirou sua roupa e foi minha vez de retribuir o prazer que ele havia me dado, comecei a chupar sua rola que eu já conhecia pela webcam, uma rola deliciosa de 21cm e bem grossa, eu abocanhava com gula, engolia toda, passava a língua em volta da cabeça fazendo Rafael gemer de prazer, da mesma forma que eu tinha gozado, eu falei para que ele gozasse, então ele jorrou toda sua porra na minha boca, um pouco eu engoli, um pouco acabou voando nos meus cabelos, meu rosto, me deixando toda melada. 

Limpei meu rosto em minha blusinha, e ficamos conversando um pouco e eu mexendo em seu pau, então seu pau ficou duro novamente e eu sem vacilar, me ajeitei e sentei naquela rola deliciosa, acomodando centímetro por centímetro dentro da minha buceta. Comecei então a cavalgar bem lentamente em sua rola enquanto ele chupava meus seios me fazendo ficar cada vez mais louca de tesão, comecei a acelerar os movimentos e sentia uma sensação deliciosa sentindo seu pau tocar fundo da minha buceta. 

Rafael então mandou que eu me colocasse de quatro e socou com força na minha buceta, eu gemia, sussurrava, dizendo que era puta, que tava adorando ser vadia dele, ele começou a foder mais rápido enquanto me xingava de cadela, de vaca, de puta e dava tapas em minha bunda, estava tão gostoso que soltei um gemido mais forte quando gozei e fiquei com medo de que alguém ouvisse.

Rafael falou que iri a gozar e perguntou onde eu queria receber porra, eu falei que ja tinha bebido o suficiente que ele podia encher minha buceta, e foi o que ele fez, acelerou os movimentos e gozou me apertando a bunda que chegou a deixar marcas, foi tanta porra que melou minhas coxas e só não sujou o banco do seu carro porque minha saia estava por baixo.

Me sentei e sentia a porra escorrendo de dentro de mim, nos beijamos muito, então Rafael falou que havia adorado realizar a sua fantasia, eu falei que também havia adorado transar com ele, ele me perguntou se eu queria que ele me levasse em casa, e eu falei que não precisava, pois eu iria fazer umas compras para meu marido achar que fiquei comprando. 

Então me despedi dele com um longo beijo e falei que marcaríamos outra vez, então fui para o shopping e fiz umas compras, liguei para meu marido que foi me buscar, fui até nosso carro,  disse ao meu marido que estava morr endo de tesão, que me toquei no provedor da loja, que minha calcinha estava dentro da bolsa, estava escorrendo meu melzinho pelas minhas coxas, ele me recebeu com um longo e carinhoso beijo, então passou os dedos na minha buceta pegou um pouco do meu melzinho ( mal sabia ele que também tinha da trepada que dei antes, porra que ainda escorria) ele pôs em minha boca e me beijou, 

Eu disse a ele pra irmos para casa, mas ele falou que não, que iria parar em um motel pois queria me comer melada como eu estava e foi o que ele fez, fomos para o motel e transei com ele. Quando acabamos eu desmaiei de cansaço e acordei por volta das duas da manhã, então tomei um banho e voltei a dormir, passamos a noite no motel e só fomos embora no outro dia.

Depois disso sai com Rafael mais umas seis vezes ate hoje e numa dessas liberei meu cuzinho para ele. beijos

*Enviado ao Te Contos por Paula

:

Meu nome é Helena tenho 18 anos, sou morena claro, 56 kilos, 1.68 de altura, olhos e cabelos castanhos claros. 

Há exatamente um ano estudo enfermagem, tem um professor lá de 35 anos magro, branquinho, com barba (adoro homem com barba), bem dotado só de olhar arrepio. Há dias ele vem jogando indiretas e cantadas. Tava na cara que ele queria me pegar e óbvio eu vivia fantasiando uma transa com um professor. 

Ontem ele me ligou e pediu pra encontrar ele e eu lógico que fui. Ele disse que só queria me ver conversar kkk. Chegando lá ele apagou as luzes da casa inteira. E começou me beijar, deslizar sobre o meu corpo, a esta altura eu já estava molhada de tanto fantasiar. Fiz um sexo oral nele, ele tava louco de tes ão. Ele me deitou na posição papai e mamãe, e viu que eu estava molhada, ele me possuiu imediatamente com aquele lindo pau grande e rosa. Eu tava com muito tesão também. 

Depois ele me colocou de quatro, sua língua deslizava do meus pescoço até meu bumbum enquanto ele me penetrava. Depois fui pra cima dele, adoro ficar por cima e ele pedia pra ir mais rápido e mais rápido. Eu cavalgando mais rápido e com muita vontade. Depois ele me penetrou de novo na posição papai e mamãe foi delicioso sentir aquele pau imenso entrando e saindo, até que ele gozou. 

E eu tinha que ir embora,tava em horário de aula, nos vestimos e nos beijamos e fui pra aula. Hoje terei aula dele, já até imagino o tesão que vai dar quando o ver novamente.

*Enviado ao Te Contos

:

Meu nome é Sabrina, tenho 17 anos. Eu tenho um amigo, o Diego de 19 anos, que nos conhecemos numa rede social, ele mora razoavelmente morava perto de mim, já  nos vimos pessoalmente e tínhamos dado uns bons amaços.

Na sexta-feira passada, minha mãe teve que trabalhar a noite (ela trabalho em um hospital), mas pediu pra minha irmã dormir aqui com meu cunhado para que eu não ficasse sozinha. 

Estava eu e meu amigo Diego teclando no chat pela madrugada, falando sobre como foi bom nossos amaços, papo esquentando até que ele perguntou: 

-posso ir até sua casa AGORA?

Eu, sou muito impulsiva, e disse que sim. Mas ele não sabia como vir ate aqui, estava sem carro, nessa hora não havia mais &o circ;nibus circulando, não tinha nenhuma moto ou bicicleta para vir, e ficamos nesse impasse das 2h até as 3h50 da manhã, quando ele decidiu pegar um taxi, em 10 minutos ele chegou em frente de casa, desci correndo e abri a porta

Eu estava com medo de que alguém acordasse pois minha irmã levanta às 6h da manha pra trabalhar no sábado, mas ficamos um tempinho conversando, ate que ele me pediu um beijo, eu estava com receio de deixá-lo entrar e alguém descer e ver, então encostei a porta e fomos pra esquina da casa ao lado da minha e começamos a nos beijar, que beijo gostoso, que pegada que ele tinha! 

Sempre demonstrei pros outros que sou uma moça estudiosa e quietinha, mas só quem fica comigo sabe que eu mudo nessas horas rs, tanto que ele que já estava descendo as mãos, parou por um instante e perguntou se podia, como resposta peguei a mão dele e ind uzi ate a minha buceta, ele ficou esfregando nela por cima do short, ate que colocou a mão dentro e me sentiu toda encharcada de tanto tesão que eu estava, eu que também já estava com a mão sentindo o pau duro dele sobre a bermuda, abri o ziper, coloquei-o pra fora e comecei a bater uma punhetinha bem gostosa pra ele.

Em meio a esse fogo todo, agora eu estava com medo de algum vizinho ver, então entramos na minha casa, pedi pra fazermos silencio absoluto e ficamos lá, encostados na parede da sala nos beijando, masturbando um ao outro, eu encharcada morrendo de vontade de foder, então o fiz sentar no sofá e comecei a chupar aquela rola grande e grossa, dura como pedra, enquanto ele suspirava e olhava pra minha carinha de safada, que por minha vez, o chupava olhando nos seus olhos, lambendo e sugando aquele pau com gosto

Até que não aguentei e sentei nele, sentei naquela rola bem gostosa, comece i devagar e fui aumentando a velocidade, ele suspirava querendo gemer de prazer e eu também, aquela situação de perigo me deixou muito excitada e tarada, minha irmã poderia descer a qualquer momento, mas eu só queria saber de subir e descer naquela vara, ele me acompanhava no ritmo fazendo entrar tudinho de mim, da cabecinha até a base, eu rebolava em cima dele, ele já tava pirando

De repente ouvi o barulho de um celular tocar, era o despertador da minha irmã, levantei e nos vestimos correndo, praticamente o expulsei da minha casa, ele saiu apressado, depois voltou, me deu um beijo e disse que ia querer terminar isso direito e se foi  rs 

Subi pro meu quarto me toquei ate gozar e fui dormir, enquanto minha irmã estava no banho, quando acordei, fiquei deitada pensando no que tinha feito na madrugada, foi uma delicia.

*Enviado ao Te Contos por Sabrina

:

Oi a todos do Te Contos, Meu nome é Juliana, tenho hoje 19 anos, o que vou contar aconteceu comigo no ano passado, espero que gostem e postem.

Ano passado fui à ótica de um shopping com a minha mãe para comprarmos meu óculos de grau. Após escolher o modelo, minha mãe ficou conversando sobre esse assunto com a vendedora e eu notei o gerente da loja sentado numa mesa em minha direção e não tirava os olhos de mim. 

Eu, que adoro uma troca de olhares com homens mais velho, comecei a retribuir os olhares e olhei-o descaradamente bem nos olhos, mas não consegui encarar por muito tempo e desviei o olhar com um leve sorriso. Aquele homem forte, com cabelos grisalhos, gato, me olhava de um jeito tão profundo e sedutor qu e podia senti-lo despir-me apenas com aquele olhar. Que homem! Ficamos nesse joguinho por mais um tempo e quando saí da loja olhei pra trás, dei um sorrisinho e parti. Mais pra frente olho pra trás novamente e o vejo parado na entrada, me olhando rs

Passados uns 3 dias, retornei ao shopping e passei em frente a loja lentamente, e ele me viu, continuei andando, olhando pra trás e lá estava ele novamente parado na entrada. Olhei e continuei andando ate descer a escada rolante pensando que ele fosse atras de mim. Cheguei lá embaixo e nada! já estava indo embora quando sinto alguém me segurar pelo braço: sim, era ele. Mais lindo ainda de perto e com aquela voz grossa, bem próximo do meu rosto pede meu telefone e eu anoto no cel dele até que ele diz que tem que ir, se despede com um beijo no rosto e fala ao pé do meu ouvido: 

-fiquei louco por você.

Pela noite começamos a trocar mensagens, descubro que o Marcos (seu nome) tem 33 anos (enquanto eu tinha 18) era separado, e com o passar de menos de uma semana decidimos nos ver..

Fomos ao apartamento dele (algo bem direto, não? hahah) e quando mal entrei, após fechar a porta aquele homem me abraça por trás, começar a me beijar e me morder de leve pela nuca, sussurrando ao meu ouvindo:

-estava louco pra que esse dia chegasse, que tesão você é!

Me virou de frente e começou a me beijar sedento e sem demora já foi logo passando a mão pelo meu corpo, minha bunda, alternando com os seios e a minha bucetinha por cima da calça. Senti um calor imediato, enquanto aquele homem me tocava minha xaninha já tava piscando de tesão, estava arrepiada. Tirou minha blusa e meu sutiã, olhou pra eles com uma cara tão gostosa de tesão e ficou chupando, apertando. 

Então me de itou na cama e, dessa vez sem pressa, foi tirando minha calça, depois minha calcinha e começou a me chupar. Eu não tinha saído com um homem tão mais velho até então, mas desde esse momento, percebi que não iria me arrepender, o jeito que ele me lambia, dava mordidinhas, me chupava que nem uma vadia, que deliciaaaa! (to me excitando só de lembrar) e ficou mexendo aquele linguinha freneticamente, passando aquela barba por fazer na minha buceta até que gozei na boquinha dele. Ele me chupou mais um pouco e depois veio me beijar pra eu sentir o meu gostinho delicioso. 

Depois aproveitou que eu estava encharcada e já foi colocando aquela pica dura e grossa em mim. Eu tava há uns meses sem sexo kkk então tava apertadinha, caralho, que coisa gostosa! ele metia bem gostoso, rápido e forte, socava aquele pau todinho na minha buceta peladinha enquanto eu gemia bem alto. 

Quando ele ia gozar, tirou a pica de mim e jogou a muuuita porra nos meus seios e na minha barriguinha.. rs

Ficamos a tarde todinha fodendo (porque a noite eu tinha aula rs, só paramos quando minha buceta já tava ardendo de tanto levar pica e o pau dele já tava todo esfolado e vermelho kkkkkk.

Sempre trepamo muito desde esse dia ate hoje.

*Enviado ao Te Contos por Juliana

Sissified guy surprises his girl with his looks and asks for a strapon fuck Gay male strip groups and hairy group sex gay Big tits get fucked by student at school 24 Denise Masino - Cam Show Finish It Chicks with pussy tattoos are just too hot, I tell you British Milf Amateur Seduced By Taxi Driver Here boys made this for u msg me Maserati XXX Rayna Lee, Mercedes Lynn, Lily Charms increased by Krystal are hot ginger beer chicks